- Me -

Minha foto
Uma Doce Decadência, regada à Vinho Tinto e Misantropia...

Pior Velhice - Florbela Espanca

Sou velha e triste. Nunca o alvorecer
Dum riso são andou na minha boca!
Gritando que me acudam, em voz rouca,
Eu, náufraga da Vida, ando a morrer!

A Vida, que ao nascer, enfeita e touca
De alvas rosas a fronte da mulher,
Na minha fronte mística de louca
Martírios só poisou a emurchecer!

E dizem que sou nova ... A mocidade
Estará só, então, na nossa idade,
Ou está em nós e em nosso peito mora?!

Tenho a pior velhice, a que é mais triste,
Aquela onde nem sequer existe
Lembrança de ter sido nova ... outrora ...

5 comentários:

  1. ah!!! Florbela! bela postagem!
    adorei!

    ResponderExcluir
  2. belo, tocante.
    não tenho mutas palavras já que diante da beleza das poesias muitos de calam.

    mEus parabens.

    ResponderExcluir
  3. ai, como faz pra seguir o blog? nao acho o link xD

    ResponderExcluir